Não falo nada de russo, e agora?

Isso é meio complicado mesmo… Ainda mais em Moscou que recebe menos estrangeiros. Pouquíssima gente fala inglês, e só nas principais atrações havia traduções. No metrô de Moscou, por exemplo, é tudo em russo. Mas, não desista! Eu também não falo absolutamente nada de russo e sobrevivi.

O que você tem que fazer é estudar o alfabeto deles: aprenda o som de cada letra que algumas coisas você vai conseguir entender, porque a palavra é parecida com português. É bem divertido! Eu fiquei tão animada que lia tudo o que aparecia na frente. Tava parecendo o molequinho daquela propaganda da Caixa “gente, o Dudu tá lendo!” 😀

Pra você ver que dá pra entender alguma coisa: telefone, por exemplo, se escreve “телефон”: т é T mesmo, л tem som de L, ф de F, e H, de N. Tente ler em voz alta: telefon. Viu que é parecido com português? Se eu te contar que д tem som de D e C, de S, você vai até entender o que está escrito na placa aí ao lado. 🙂

“Ué, como assim, H tem som de N, C tem som de S?” Pois é, só pra complicar mais um pouquinho, tem letra que pra eles significa uma coisa e pra gente outra. Confunde, mas a gente aprende depois de alguns treinos. A notícia boa é que cada letra tem um som só, não muda de acordo com a posição na palavra, como acontece com o C e o S em português, por exemplo.

Saber o alfabeto te ajuda também a andar pela cidade, pois provavelmente seu mapa vai estar traduzido, mas a placa com o nome da rua não. Então, pra se achar no mapa, tem que conseguir ler.

Várias lojas estrangeiras também traduzem seu nome pro alfabeto russo, mas aí não tem dúvida: já são velhas conhecidas. 🙂

 

 

Mas é claro que russo é russo e português é português, então mesmo sabendo o alfabeto tem muita coisa que não dá pra entender. Em restaurantes, pedíamos o English Menu, e depois apontávamos pra atendente/garçom o que tínhamos escolhido. Teve um café em Moscou que eles até tinham o menu em inglês, mas nenhum funcionário entendia (!) porque tava escrito só em inglês.

Outra tática que utilizamos foi papel e caneta, quando não dava pra apontar. Escrevemos o que queríamos num papel, e entregamos pro atendente. Foi assim que conseguimos comprar 20 bilhetes de metrô de uma vez pra aproveitar o desconto: escrevi 20 num papelzinho e entreguei pra moça.

Quando nos perdíamos e precisávamos pedir informação pra alguém, arriscávamos um “Do you speak English” pros mais jovens e, se não rolasse, mostrávamos o nome em russo no guia do Fodor’s pra pessoa apontar o caminho. Além de estudar o alfabeto, um pouco de mímica também salva 🙂

Uma coisa que ajudou bastante quando não tinha inglês em lugar nenhum foi o dicionário offline que baixei pro IPad, o Dict Box (também disponível no ambiente Android). Quando não tinha English Menu, era ele que nos salvava das enrascadas gastronômicas.
Pra conseguir digitar a palavra em russo pro dicionário traduzir, você precisa habilitar o teclado russo pro seu IPad/IPhone. Segue o passo a passo.

 

1) Vá em “Ajustes – Geral – Teclados”

2) Clique em “Adicionar Novo Teclado”

3) Na lista que aparecer, escolha “Russo”

 

4) O novo teclado já está disponível. Como você tem mais de um teclado, vai aparecer um novo botão ao lado da barra de espaços com um desenho de um globinho, que serve para mudar de teclados.

Lá dentro do Dict Box, é só digitar a palavra que você quer no campo que fica no alto da tela. Enquanto você digita, ele já vai te sugerindo palavras que começam com aquelas letras.
No lado direito, aparece o histórico das palavras pesquisadas (Wordbook).

 

5) O resultado da pesquisa é diferente caso você esteja online ou offline. Como você provavelmente vai estar offline, o resultado aparece como a figura abaixo. Ele pega de diferentes dicionários, e um deles vai ter a tradução pro inglês.

 

E não precisa ficar com receio de “conversar” com os russos. Eles são mais sérios, mas todos nos atenderam cordialmente e tentaram ajudar como podiam. Houve algumas exceções, mas gente mal educada tem em qualquer lugar. Teve até uma senhorinha de um museu que pegou uma colinha pra nos ensinar onde era o início da visita, foi muito engraçado. Ela lia o papelzinho, escrito com o alfabeto russo, e nos dizia algo como: “right, downstairs, left”. Uma simpatia.

E aí, criou coragem pra comprar a passagem pra Rússia? 🙂
Veja tudo sobre a Rússia no Colecionando Ímãs em: Rússia – Índice de Posts.

Faça suas reservas com nossos parceiros pelos links abaixo
e deixe uma comissão pra gente!

    sleeping-bed-silhouette Escolha seu hotel no melhor site de reservas: Booking.com
    medicine-briefcase-1 Viaje tranquilo com um seguro de saúde: Mondial Assistance
    american-dollar-symbol-1 Peça dólares e euros que eles entregam em casa: Cotação
    sports-car-1 Alugue o carro pra sua road trip: Rent Cars
    park-tickets-couple-1 Compre os ingressos pras melhores atrações: TicketBar

7 comentários sobre “Não falo nada de russo, e agora?

  1. Raquel

    É… to vendo que os dias do meu celular estão contados hahahahah!! muito bom, Camila! ótimas dicas!! =) Conseguiram pelo menos usar algumas palavras mais simples? Deve fazer toda a diferença pra eles, mesmo conversando em inglês! “Priviet!” (Oi!), “Paká!(tchau!), Spaciba (Obrigado!), “Pajaulsta!” (por favor ou com liscença) e “Dobrie diên!” (bom dia!). =)

  2. Flávia Donohoe

    que interessante Camila, eu até que aprendi algumas coisas pra me virar, e também usava o alfabeto pra associar as palavras, ajudou muito! Eu tirava várias fotos de todas as placas pra só depois tentar entender o que elas diziam, viajar por Moscou é uma aventura! Eu amei!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *