Viajando com a Ethiopian Airlines: perrengue a caminho do Japão!

O Japão era um sonho antigo de viagem, então quando o Melhores Destinos anunciou as passagens pra lá com quase 40% de desconto (obrigada, pessoal!), ficamos animadíssimos e fizemos uma reserva para pagar nas 24h seguintes, enquanto pensávamos no roteiro.

A promoção tinha um pequeno detalhe: era pela Ethiopian Airlines, uma companhia aérea africana que não conhecíamos. Pesquisei suas rotas, e me tranquilizei pela companhia voar pela Europa, onde a fiscalização é rigorosa. Consultei meu amigo Diego, um apaixonado por aviação, e ele me disse que os aviões da companhia eram novos, Boeings 787. Também lemos o relato lá do Melhores Destinos, e então decidimos pagar as reservas!

Ah, se eu soubesse que meu perrengue homérico estava só começando… Vou até dividir em capítulos pra vocês acompanharem melhor.

Perrengue Parte 1: Pagar as Reservas

site_ethiopian_airlines

Site bonitinho mas ordinário

A reserva vencia as 23h, então umas 15h acessei a reserva pelo site, botei o número do cartão, e quem disse que funcionava? Depois de várias tentativas, liguei no escritório deles em São Paulo, e me informaram que no site não funciona mesmo (oi?), tinha que preencher um formulário autorizando o débito no cartão e enviar pra eles por email até as 16h30, porque o escritório fechava as 17h. Depois disso, só ligando no escritório da Etiópia.

Bem tosco né? Mas eu tava tão ansiosa pelo Japão que nem percebi que era um sinal…

Mandei a foto da autorização pra eles e logo chegou a mensagem do cartão no meu celular. Passagens São Paulo – Tóquio emitidas! Depois compramos o trecho Brasília – Guarulhos pela Gol. No total ficou 30% mais barato.

Perrengue Parte 2: Voo Guarulhos-Adis Abeba

ethiopian_airlines_inside

O moderninho 787 da Ethiopian Airlines

Muitos planos, reservas e ansiedade chegou o dia do embarque! Seguimos até Guarulhos de Gol e embarcamos na Ethiopian Airlines no horário certinho. Foi um alívio perceber que o avião era realmente bem moderno. Como o vôo tava vazio, pulei pra cadeira mais pra trás que tava desocupada, já esperando a hora de poder dormir. Afinal, nosso vôo sairia as 2h da manhã, eu já estava acabada.

Mas o tal aviso de atar cintos não acendia nunca. Encerraram o embarque, e nada da decolagem. Uns 40 minutos depois, as aeromoças começaram a servir água, e eu perguntei o que tava acontecendo. E ela: “Deu um problema no avião, estão consertando.”

Ah tá…. legal.

Logo depois o capitão avisou que o problema era que a pista de Guarulhos tinha fechado pra manutenção, e eles estavam tentando convencer o pessoal do aeroporto a liberar. No fim das contas, a decolagem aconteceu só as 5 da manhã, isto é, com 3 horas de atraso.

Sei lá se deu problema no avião ou no aeroporto ou nos dois. Só sei que os nossos estavam só começando…

Quando chegamos em Adis Abeba, capital da Etiópia onde faríamos a conexão para o vôo até Tóquio, não havia nenhum funcionário em solo para nos orientar, então corremos pro portão de embarque, onde descobrimos que o voo já tinha saído há horas. A funcionária nos encaminhou para um balcão de informações, onde nos deram um novo cartão de embarque para Xangai, e um papel com os dados do voo pra Tóquio que pegaríamos de lá, da companhia japonesa ANA. Nessa confusão conhecemos a Patricia e o Fábio, um outro casal de brasileiros que tava mais perdido que a gente, porque não falavam inglês.

Bora pra China então! A conexão seria de 2,5 horas.

Perrengue Parte 3: Largados na China

xangai_aiport

O imenso aeroporto de Xangai (esse prédio é só um dos dois terminais)

Aterrissamos no horário previsto, mas até a sala de desembarque foram uns 40 minutos, pois o aeroporto é uma imensidão. E ainda tivemos que passar pela imigração chinesa: um bando de funcionário de cara amarrada, que demorava um século pra liberar cada pessoa, deixava outros furarem fila, uma zona. Na fila descobrimos mais um monte de brasileiros no mesmo barco que a gente.

Quando finalmente conseguimos passar pela imigração, a Patrícia, que tínhamos conhecido na Etiópia, veio nos avisar que tinha umas malas do nosso vôo encostadas no saguão, e não é que nossas malas que deveriam ir direto pra Tóquio estavam lá perdidas? Saímos arrastando as malas pro portão de embarque, quando encontramos os outros brasileiros dizendo que a gente tinha perdido a conexão de novo.

Detalhe: a Patricia e o Fábio estavam de mudança pro Japão, levando 6 malas, que sumiram. Só encontraram uns 3 dias depois.

xangai_aeroporto

O balcão de informações do aeroporto de Xangai.

Agora já éramos 10 brasileiros perdidos na China, então seguimos todos ao guichê da Ethiopian Airlines pra remarcar as passagens. Chegando lá, não tinha ninguém, só uma funcionária da ANA, companhia aérea japonesa, parceira da Ethiopian. Ela nos informou que não havia mais voo disponível pra Tóquio naquele dia, e que os funcionários da Ethiopian Airlines só chegariam as 20h30, três horas antes do próximo vôo deles.

Eram 15h30.

Pense na nossa cara de desânimo. Sono. Cansaço. Indignação. Já estávamos viajando há 24 horas.

A internet do aeroporto do Xangai era bem ruim, mas uma das brasileiras conseguiu mandar Whatsapp pra agente de viagens dela aqui no Brasil. A agente ligou pro atendimento da Ethiopian Airlines, e eles disseram que teríamos que resolver pessoalmente lá mesmo, pra emitir vouchers de hotel.

Enquanto isso, eu tentando ligar pro Booking.com pra avisar que chegaríamos com um dia de atraso, com medo de cancelarem a reserva por não termos aparecido. Não consegui pelo Skype, nem pelo orelhão chinês. Quem me salvou foi a Verinha, minha amiga madrugadora do grupo de viajantes de Brasília, que estava acordada as 5h30 da manhã e ligou lá pra mim.

Bora botar um número de Whatsapp pra entrarmos em contato, né Booking!

Ficamos lá no aeroporto batendo papo com a brasileirada até as 20h15, quando o guichê da Ethiopian Airlines finalmente abriu. Falei com um chinês, que falou que eu tinha que esperar o chefe dele chegar.

A sorte do chinês é que eu tava tão cansada que não tinha forças pra levantar o braço e dar na cara dele.

ethiopian_airlines_checkin

Os guichês da Ethiopian Airlines finalmente abertos.

Depois de meia hora, o chinês chefe chega. Gastei todo o meu inglês com ele, e conseguimos realocação nos vôos do outro dia e hotel pra todo mundo. Já eram 22h30 quando seguimos pro hotel.

Fome? Até pedimos, mas a Ethiopian disse que só daria voucher pro restaurante do hotel que já tava fechado. Todo mundo teve que se virar com as barrinhas de cereal que tinham trazido do avião, porque ninguém lembrou de trocar dinheiro no aeroporto pra comprar na lojinha de conveniência em frente ao hotel.

No outro dia finalmente deu tudo certo, ufa. Chegamos em Tóquio e o hotel ainda tava esperando a gente, mas tivemos que pagar a diária perdida. Nem tentamos reembolso, mas as outras pessoas que tentaram ainda não conseguiram.

Perrengue Parte 4: A Volta

aeroporo_adis_abeba

O aeroporto de Adis Abeba alagado por causa da chuva.

Comparado com a ida, a volta nem pode ser considerada perrengue… Mas vocês concordam que ficar esperando a conexão num aeroporto alagado de tanta goteira não é tanta tranquilidade, né? Dá uma olhada atrás da placa da foto: a caixa usada no raio X servindo de balde.

E nem vou reclamar que os funcionários do aeroporto devem ser os etíopes mais antipáticos do país, hein.

Ah ! E pedimos pra jogar as milhas no programa Amigo, da Avianca, e quem disse que caíram? Reclamamos há mais de um mês e nada! Depois de um mês brigando com a Avianca, reclamamos no ReclameAqui e ela finalmente explicou direito: nossa tarifa era da classe O, que apesar de pontuarem no programa de milhagem da Ethiopian, não pontuam na Avianca, de acordo com essa tabela.

Dois prejuízos: diária do hotel de Tóquio e milhas! #valeuEthiopian

Mas não tem nada de bom nessa Ethiopian Airlines?

Os perrengues aconteceram em solo, os voos foram tranquilos. Os aviões eram realmente bem novos, não muito apertados, e não estavam cheios, conseguimos vir com 3 poltronas cada um em todos eles.

ethiopian_airlines_seats ethiopian_airlines_space

As poltronas e o espaço (tenho 1,70 e ainda ficava um espacinho).


A comida era até boa, serviram 3 refeições no total.

ethiopian_airlines_almoco ethiopian_airlines_lunch

Comida de avião


Sobre o entretenimento, não há legendas em português nem em inglês nos filmes, então pra quem não entende inglês tem só poucas opções de filmes brasileiros.

ethiopian_airlines_entertainment

E aí, qual a conclusão final?

Quero distância da Ethiopian Airlines! Talvez considere pegar de novo só pra conhecer as igrejas de Lalibela, a principal atração da Etiópia.

Acho que se não tivéssemos saído com atraso de São Paulo teria sido até tranquilo, mas se alguma coisa sair do script, danou-se. Mesmo no aeroporto de Adis Abeba, cheio de funcionários deles, ficamos perdidos, sem informação. E onde eles têm poucos voos, você tem que ficar esperando o guichê abrir pra tentar resolver seu problema. Por que não fazem uma parceria com alguma companhia local, pra gente não ficar desamparado esperando um funcionário aparecer né?

Além do aeroporto de Adis Abeba ser um caos completo. Estão reformando, talvez melhore em breve.

O ponto positivo foi conseguir vir com 3 lugares porque os voos não estavam lotados, que foi crucial para conseguirmos dormir e aguentar uma viagem tão longa. Imagine 30 horas apertado em uma poltrona de classe econômica? Depois dessa viagem comecei a achar loucura não fazer um pit stop numa viagem pra Ásia.

Se eu fosse você, esperaria uma promoção da Emirates!

 

Quer dar mais risada da desgraça alheia? Tem mais perrengue aqui no blog, curiosamente sempre envolvendo meios de transporte…

Trens na Europa: Aventuras nos Trens Russos
Carro no Brasil: Eu odeio GPS!

 

Veja mais perrengues de viagem de outros blogueiros!

Casal CalifórniaPerrengues de Viagem: muitas histórias para contar

Destinos por onde andei…Tax Free, nunca mais embarco nessa canoa furada

Pequeno Grande MundoO dia em que quase fui atropelada por um elefante

Vida de EstrangeiraPerrengue na Turquia

Ligado em ViagemNosso “Kit Viagem” para evitar perrengues

Foco no MundoOs piores perrengues das minhas viagens

Felipe, o pequeno viajanteColetânea de perrengues do pequeno viajante

Atravessar FronteirasPerrengue total na união entre cinzas vulcânicas e Aerolineas Argentinas

DespachadasColetânea de Perrengues de viagem Despachadas

Passeiorama Perrengando por aí: nossos perrengues viajando em família

Família ViagemNossos perrengues de viagem

Mochilão Barato Fiquei doente no exterior! E agora? Os dias que fiquei de cama no Chile.

Por aí com os PiresPerrengues de viagem – Blogagem coletiva

Novo CaroneiroDeu ruim! Blogagem coletiva de perrengues de viagens

O Melhor Mês do AnoTorres del Paine: acampando sob chuva e ventos de 100km/hr

Volto LogoSobre a importância de reservar hospedagem e pesquisar os feriados do seu destino

Turista FulltimeVoo cancelado e os oito passos para driblar o perrengue

Apure Guria! – Perrengues na Ásia: deu ruim!

Viajei BonitoNossos 15 dias de desventuras na Rússia

VoupraRomaGrécia sem inglês! Tá falando grego?


Faça suas reservas com nossos parceiros pelos links abaixo
e deixe uma comissão pra gente!

    sleeping-bed-silhouette Escolha seu hotel no melhor site de reservas: Booking.com
    medicine-briefcase-1 Viaje tranquilo com um seguro de saúde: Mondial Assistance
    american-dollar-symbol-1 Peça dólares e euros que eles entregam em casa: Cotação
    sports-car-1 Alugue o carro pra sua road trip: Rent Cars
    park-tickets-couple-1 Compre os ingressos pras melhores atrações: TicketBar

54 comentários sobre “Viajando com a Ethiopian Airlines: perrengue a caminho do Japão!

        1. Camila Torres Autor da Postagem

          Oi Igor!
          Deu tudo certo na volta sim, falo da no post também. Como não tivemos atraso, foi tranquilo.
          Dá pra voar pela Ethiopian, é uma companhia segura. Só não espere um ótimo atendimento em solo!
          Boa sorte!
          Camila

  1. Claudia Pegoraro

    Camila, já passei tanto perrengue com cias aéreas (2 mortes em avião que estávamos, dentre outros), que nada mais me assusta, a não ser pane heheheheh, e mais: para ir ao Japão, topo qualquer perrengue, morro de vontade!

    1. Camila Torres Autor da Postagem

      Espero que este seja o primeiro e último, Claudia ! Mas se eu chegar perto das suas horas de voo não me importo de aguentar mais alguns… 🙂

      O Japão é muito maravilhoso, e tá rolando muita promoção ultimamente! Vai sim, vocês vão amar. Tenho certeza que o Lipe fará vários amigos japinhas, pq ô lugar pra ter criança!

      Obrigada pela visita!

  2. Edson

    Quando um problema acontece, parece que atrai outros, mas que coisa.

    Ainda bem que no final conseguiu chegar no Japão, mesmo que um dia mais tarde. E te digo uma coisa, a foto das comidas de avião até que não está mal viu… rs

  3. Gisele

    Nossa senhora! Perrengue com companhias aéreas são os piores, porque elas custam a resolver. E ainda bem que você estava lá pra salvar a galera que não falava inglês.

    1. Camila Torres Autor da Postagem

      Pior que virei a tradutora oficial da galera mesmo, Gisele, porque falar com chinês em inglês é uma tarefa muito árdua!
      E ainda bem que a galera tava lá, pelo menos a gente se distraiu com os papos.

      Obrigada pela visita!

  4. Ana

    Seus perrengues vão ajudar outras pessoas a nunca voar de Ethiopian Airlines! ahahaha
    Gente, que confusão, deu problema em tudo! Eu não me arrisco não!

      1. Igor de Oliveira Alves Pereira

        To achando um preço muito bom pela Ethiopian ano que vem em outubro por 2487,00 Reais mesmo preço, o problema é esse perrengue! e a diferença para as outras empresas estão em mais de 1000,00 reais!!! To com receio, mas querendo arriscar!!!

  5. Simone Hara

    Meu sonho de visitar o Japão é tão grande que acho que até encarava esse perrengue todo por uma boa promo!
    Aliás perrengue não, uma jornada sem fim até as profundezas da perrenguelandia, né?

    1. Camila Torres Autor da Postagem

      Logo depois que eu comprei teve uma promoção da Qatar, Emirates e Ethiad, Simone! Por isso que eu disse pra esperar outra, essa não vale o perrengue não!

      Obrigada pela visita!

  6. Stephanie

    Acho que certamente vou pensar duas vezes antes de pegar um voo com a Ethiopian. O preço tem que ser realmente bem bom…rsrsrs Mas o bom é que quando vocês finalmente chegaram no Japão deu pra curtir a viagem.

  7. Regina Oki

    Camila… que doideira! Mas a parte boa foi o Japão, com certeza! País lindo e de gente do bem… apesar de ser suspeita pra falar disso, pois o meu sobrenome não engana ninguém… rsrs… De repente, vale a pena esperar uma promoção da KLM. Consegui uma essa semana. Paguei com quase 40% de desconto num voo direito (fora da temporada) Amsterdam – Tokyo.

    1. Camila Torres Autor da Postagem

      Teve uma promoção da Emirates e da Qatar logo depois que eu comprei a passagem da Ethiopian, Regina! Imagina a raiva que eu fiquei.

      O Japão é demais mesmo… Saí de Tóquio querendo voltar.

      Obrigada pela visita!

  8. Verinha

    Gente !!! Acho que conhecia um terço do perrengue… Até a chegada no Japão ! Credo! Credo mesmo!! Como as companhias se queimam fácil, né ? Custava dar uma assistência ?

    1. Camila Torres Autor da Postagem

      Oi Roger,
      Fico feliz que tenha gostado. Caso queira publicá-lo no seu blog, publique apenas uma descrição e o link para cá. Pode usar alguma foto daqui, citando a fonte, mas não copie o texto, por favor.

      Obrigada,
      Camila

  9. Gisele Prosdocimi

    Oi Camila, que dureza! Mas uma coisa que você falou está muito certa, o perrengue já tinha dado o primeiro sinal na saída do Brasil, pior que a gente que gosta tanto de viajar insiste e aí já era. Ótimas próximas viagens!!!

  10. Guaciara

    Gente, esse foi um perrengue com P maiúsculo! Só conseguir ler e pensar, meu Deus, se fosse eu com meus filhos tava louca já! Meu filho é super impaciente, ia torrar meu saco com tantos aviões perdidos e espera. E na parte do conserto do avião, nem falo nada… só de ler já embrulhou meu estômago, morro de medo de avião, rs! E eu ri muito com a parte dos chineses. Que bom que deu tudo certo, apesar dos perrengues!

    1. Camila Torres Autor da Postagem

      Se a gente perdesse o bom humor aí que o perrengue ia se multiplicar, né Guaciara! A nossa sorte foi estar em um grupo grande, ajudou mesmo.
      Obrigada pela visita!

  11. Pingback: Cıvata

  12. Mariana Ventura

    Nossa, eu quase comprei a passagem por essa companhia, mas ficamos receosos e demoramos demais, quando finalmente íamos fechar, a promoção tinha acabado e os preços estavam mais altos. Aí desistimos, mas um mês depois a Melhores Destinos anunciou uma promoção para o Japão pela Etihad apenas 200 reais mais caro e fechamos na hora! Pelo menos é uma companhia mais conhecida e a conexão é em Dubai. Ufa, depois de ler o seu relato, dei Graças a Deus por não ter conseguido comprar!!

    Adorei o post sobre como economizar no Japão, vai nos ajudar muito na nossa viagem!

    Bjs

    1. Camila Torres Autor da Postagem

      Oi Mariana,
      Ethiad é ótima, ainda bem que se livrou da Ethiopian !
      Vocês vão adorar o Japão. Ainda estou escrevendo os posts, qq dúvida volte!

      Obrigada pela visita!
      []s,
      Camila

  13. John Kennedy

    Olá Camila, parabéns pelo blog.
    Quanto às milhas, conseguistes reaver? Eu queria encontrar alguma informação quanto à quantidade que eu receberia caso voasse os trechos GRU – Dubai – GRU (ainda que com essas escalas aí kkkk) você sabe onde encontro essas informação?
    Grato

    1. Camila Torres Autor da Postagem

      Oi John!
      Não consegui ! Depois de registrarmos no Reclame Aqui, a Avianca explicou que nosso bilhete era classe O, que apesar de pontuar na Ethiopian, não pontua na Avianca. Dançamos.
      A classe do meu vôo veio no cartão de embarque, aí procurei neste site aqui: https://www.ethiopianairlines.com/AA/EN/shebamiles/earn-miles-calculator
      Pesquisei e não consegui achar como saber isso na hora de comprar a passagem! Acho que você vai ter que entrar em contato com o escritório deles pra saber. Selecione por Brasil lá na página de contatos deles. https://www.ethiopianairlines.com/AA/EN/services/support/contact
      Boa sorte!

      []s
      Camila

  14. Alessandra

    Olá Camila!!! Adorei seu post, pois explicou muito bem minha preocupação em relação a Ethiopian.
    Estou de olho nas passagens pro Japão e o site Melhores Destinos mostrou essa passagem promocional pra Tokyo pela etiophian por R$2,200 reais, mas fiquei muito desconfiada pq achei o preço muito barato então resolvi pesquisar e achei seu site. Muita dor de cabeça, melhor pagar um pouco mais caro ou esperar outra promoção rsrsrs. Não quero encarar os mesmos problemas que você teve.
    Obrigada por compartilhar a experiencia.

    1. Camila Torres Autor da Postagem

      Foi o primeiro post que escrevi depois que cheguei, Alessandra, porque sabia que era de utilidade pública!
      Torcendo pra aparecer logo outra promoção pra você conhecer o Japão 🙂
      Obrigada pela visita!

  15. Alexander

    Bem cada daqueles que não perdem oportunidade de promoções e reclamam da pobreza. Quer comodidade, pague por ela. #ficaadica

  16. Gustavo Woltmann

    O pior é quando o perrengue nem é culpa nossa e não podemos fazer quase nada para resolver, haja paciência né. Pelo menos já passou e virou história.

  17. Danielle Lopes

    nossa, que perrengue!!! Viajei para a ‘Africa do Sul agora em janeiro pela Ethiopian Airlines e tive uma viagem bem tranquila. Inclusive a empresa pagou nossa hospedagem em um hotel muito bom em Adis Ababa, pois nossa conexao la era de 12 horas. Como nossa experiencia foi otima, acabei comprando essa promocao para o Japao. Espero que eles tenham melhorado e que a gente nao tenha que passar por esse perrengue. De qualquer forma, foi bom ler o seu relato, pois ja fico mais preparada para eventuais problemas.

    1. Camila Torres Autor da Postagem

      Oi Danielle,
      Muito obrigada por ter deixado seu relato aqui, afinal a Ethiopian não é só perrengue, né?
      Acho que se fosse hoje eu pagaria o hotel do aeroporto na China, pra não ficar lá horas esperando, e depois tentaria um ressarcimento. Foi muito cansativo mesmo!
      Obrigada pela visita, e volte sempre! Amanhã sai o post de um museu de Nagoya 😉

    2. Marcelo Milanezi

      Fiquei meio assustado com o relato da Camila, mas só vi agora.rs
      Tb comprei passagens, p Maio. 2300 reais! Deus nos ajude

      1. Bruna Mayumi Kamei

        Não foi na última semana de maio? Estou perguntando isso, porque eu havia agendado minha passagem para a última semana de maio de 2016, mas, resolvi adiar para dia 04 de junho, simplesmente porque meu “instinto” mandou, kkkk. E tive uma experiência bem diferente da sua, vôo organizado, pontual, orientação por parte deles, poltronas vazias, espaçosas. Enfim, escapei do perrengue por pouco! Acho que tive uma experiência boa com a Ethiopian, justamente devido aos problemas dos vôos iniciais, como o seu.
        Obrigada pelas dicas!
        Seu site é incrível!

        1. Camila Torres Autor da Postagem

          Pelo visto eu dei azar mesmo ! Fico feliz que tenha gostado do site, e obrigada por deixar seu relato aqui. Vai ajudar outros leitores a decidirem se topam viajar com a Ethiopian!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *