Patagônia 7/11: Big Ice sobre o Glaciar Perito Moreno

A empresa Hielo y Aventura tem o monopólio dos trekkings sobre o glaciar. Oferece dois tipos de trekking sobre o Glaciar Perito Moreno: o mini trekking e o big ice. Todos os dois são passeios que duram o dia todo, a diferença é a distribuição do tempo entre as passarelas e a caminhada sobre o gelo: enquanto o mini trekking é uma hora de caminhada no gelo e mais tempo nas passarelas, o big ice são 3h30 no gelo e menos nas passarelas.

Ah! Também tem uma restrição de idade. No Big Ice podem fazer pessoas de 18 a 50 anos, enquanto o mini trekking, de 10 a 65 anos.

O Gui empolgou total com esse Big Ice, eu lá morrendo de medo de não dar conta. 3h30 de caminhada no gelo é muita coisa! Além do mais eu tava nervosa em relação à segurança, porque dá pra ver as fendas no gelo. E se alguém cair lá dentro? Topei, mas fui aflita.

Foram nos buscar no hotel umas 7h da manhã, ainda estava escuro. Em um ponto da cidade, todas as vans se encontraram e mudamos para o ônibus da Hielo y Aventura com os outros corajosos do Big Ice, que nos levou até o parque. Dentro deste ônibus já havia um guia dando informações sobre o parque e sobre o trekking.

O passeio começa nas passarelas, com aquela vista estupenda do Glaciar. Ficamos mais ou menos uma hora lá, o que é muito pouco pra tanta passarela! O guia nos sugeriu ir conhecer a face norte do glaciar, pois conheceríamos a face sul no barco a caminho do trekking. E só deu tempo pra ir pro lado norte mesmo. Mas, já vimos um rompimento!

Glaciar Perito Moreno Glaciar Perito Moreno

Glaciar Perito Moreno visto das passarelas, com um rompimento ! (clique para ampliar)


Glaciar Perito Moreno
Glaciar Perito Moreno visto das passarelas.

Passamos na lanchonete pra comer um alfajor antes do trekking. Não tem almoço incluído, tem que levar lanche. Mas dá pra comprar nessa lanchonete, que é bem boa. Água precisa levar só pras primeiras horas do passeio, depois dá pra recarregar as garrafinhas nas águas derretidas do glaciar. Delícia!

Após as passarelas, o ônibus nos levou até o porto, onde pegamos o barco para o ponto de início do trekking. O passeio é lindo, com a vista para a face sul. Demos sorte, o tempo abriu e fez um sol que deixou as paisagens ainda mais espetaculares.

Face Sul do Glaciar Perito Moreno
Face Sul do Glaciar Perito Moreno, visto do catamarã.

Depois de uns 15 minutos, chegamos ao porto, onde os guias de montanha já estavam nos esperando. Seguimos todos para o refúgio da Hielo y Aventura, onde nos deram algumas instruções:
– Leve suas coisas em mochilas, para que você esteja com as mãos livres caso escorregue;
– Use luvas, para não machucar as mãos caso escorregue;
– Use óculos escuros (básico).
Eles têm mochilas e luvas para emprestar se precisar. Eu fui com aquelas luvas de lã simples mesmo, o ruim foi que elas se molharam durante o trekking, quando passamos em um túnel de gelo. Mas qualquer uma serve, é só pra não ir com a mão direto no gelo se escorregar.
Eles também dão a dica de tirar roupa que tenha trazido em excesso, porque senão vai acabar passando calor no trekking. Dá pra deixar no refúgio se quiser.

big ice Face Sul do Glaciar Perito Moreno

Os guias de montanha nos esperando no porto, e a bela vista do refúgio da Hielo y Aventura (clique nas fotos para ampliar)


Depois das instruções, saímos com os guias. Primeiro, chegamos pertinho da face sul pra admirar os paredões. É uma coisa fenomenal. Desta vez presenciamos outro rompimento, ainda mais impressionante!

Face Sul do Glaciar Perito Moreno
Face Sul do Glaciar Perito Moreno. Absolutamente impressionante! 

Agora começa o trekking propriamente dito. No mini trekking, o início da caminhada no gelo é bem pertinho do porto. Já no Big Ice… a gente anda… anda… sobe morro… desce morro… e depois que o joelho já era, chega no início da trilha. 1h30 de caminhada na montanha antes do gelo! Nessa hora eu já tava morta de cansaço e xingando o Gui pela ideia brilhante de me enfiar naquela roubada. E isso porque nem tinha começado!

big ice
A trilha na montanha foi sacanagem… Olha só o sobe desce! Mas pelo menos a vista é fantástica durante o trajeto.

A caminhada termina no acampamento da Hielo y Aventura na mata. Lá eles distribuem os crampons (grampos para os pés) e colocam também aquelas cadeirinhas de escalada em cada um, “pois caso alguém caia em um buraco, eles conseguem puxar de volta” (palavras tranquilizadoras do guia!). Dá pra dar uma descansada merecida e fazer um lanchinho rápido enquanto todo mundo se ajeita.

Finalmente, pé no gelo! Caminhamos um pedacinho até a base para colocar os crampons nos pés. Como a gente não tem a manha, os guias se dividem pra colocar em cada um. Depois disso dão instruções de como andar com os crampons, que não podemos nos afastar das trilhas que eles fizeram, etc, e dividem a galera em grupos de 10. Nessa hora fiquei de olho em como os grupos estavam se dividindo, e tentei ficar longe dos com mais cara de atleta. Eles acabam fazendo o ritmo da maioria, então… melhor ficar com os lerdos. 😉 Com cada grupo vão dois guias, e trilham caminhos diferentes na geleira.

big ice
Up no visual para o trekking no gelo.

A vista deste ponto da geleira é ainda mais espetacular que do ponto do mini trekking, pois temos a visão da imensidão do glaciar subindo a montanha. A partir daqui já comecei a perdoar o Gui pela ideia do Big Ice.

big ice
Pé na imensidão de gelo!

A caminhada no gelo também tem um ritmo forte, o que significa que eu sempre ficava pra trás (as vezes de cansaço, as vezes pelos melhores ângulos). Mas os guias iam parando em lugares lindos para observarmos. Lagoas, riachos, tons de azul incríveis! Até dentro de um túnel de gelo a gente passou. Os guias são muito cuidadosos, é tudo bem seguro. Se você fizer tudo direitinho, do jeito que eles orientam, não vai precisar de ser içado pela cadeirinha de alpinista. 🙂

big ice big ice

Imensidão e lagoa azul (clique nas fotos para ampliar)


big ice big ice

Túnel e rio de gelo (clique nas fotos para ampliar)


big ice

Seguindo o guia!  (clique para ampliar)


Depois de cerca de uma hora de andança, paramos no gelo para o almoço. Quem queria ir ao banheiro aproveitou este momento que tava todo mundo junto pra se esconder em algum lugar. Tem que improvisar na natureza mesmo. Eu me aguentei e não tive a experiência para contar. 🙂

Mais uma hora de andança e voltamos para o ponto da colocação dos crampons, onde são retirados. Desta vez, cada um faz o seu, e deixamos tudo de volta no acampamento. E depois, a pior parte… fazer a trilha da montanha todinha de novo. 1h30… andando no morro… subindo… descendo… Claro que ficamos em último outra vez.

No refúgio, tinha um café quentinho nos esperando e, finalmente, banheiros! De lá saímos para pegar o catamarã de volta ao porto. E, nova surpresa ! Uísque com gelo do glaciar. Mais chique impossível!

big ice
Tim tim !
Conclusões finais:

– É CARÍSSIMO (cerca de 350 reais por pessoa)! Mas, valeu a pena. Não dá pra esquecer nunca mais.
– O Big Ice é pra quem gosta de fazer trekking, pois as vezes me parecia que a galera tava lá mais pela andança do que pela paisagem. Eu ficava pra trás pra tirar foto e a guia já vinha resgatar a gente: “vamo! vamo!”
– Se você é fraco pra andar, não vá. Vá no mini trekking, que você já vai ver a parte mais bonita do passeio: as lagoas, os riachos do derretimento do glaciar, os mil tons de azul. Tem que ter um preparo considerável pra aguentar o Big Ice. Pra mim foi bem difícil!
– Depois que vi as fotos de um amigo que fez o mini trekking, percebi como a vista do glaciar que se tem do Big Ice é mais bonita. No ponto do Big Ice dá pra ver a imensidão do glaciar por todos os lados, subindo as montanhas… Impressionante, absolutamente.
– Gostei muitíssimo da equipe da Hielo y Aventura. São poucas pessoas por grupo, eles são muito cuidadosos e atenciosos com todo mundo. É tudo bem seguro, pode levar seus filhos pra fazer o mini trekking sem medo.
– Roupas: Fomos com roupas impermeáveis (eu fui com roupa de motoboy!), pois se escorregar você pode se molhar e ficar passando frio depois. Mas tinha gente de calça jeans, e não deu problema nenhum.
– Sapatos: Compramos botas de trekking por aqui mesmo. O Gui comprou uma Nômade (modelo Finistere), que o pessoal do mochileiros.com falou muito bem. Eu comprei uma da Bull Terrier (modelo Fox Hunter), mais baratinha. Foi muito bom estar de bota, porque o pessoal aperta tanto os crampons no pé que se não for cano alto pode machucar. Mas tinha até um cara lá com um nikezinho furado.

glaciar perito moreno
Ô país bonito essa Argentina!

Veja tudo sobre a Patagônia no Colecionando Ímãs em: 
Patagônia – Índice de Posts.



Faça suas reservas com nossos parceiros pelos links abaixo
e deixe uma comissão pra gente!

    sleeping-bed-silhouette Escolha seu hotel no melhor site de reservas: Booking.com
    medicine-briefcase-1 Viaje tranquilo com um seguro de saúde: Mondial Assistance
    american-dollar-symbol-1 Peça dólares e euros que eles entregam em casa: Cotação
    sports-car-1 Alugue o carro pra sua road trip: Rent Cars
    park-tickets-couple-1 Compre os ingressos pras melhores atrações: TicketBar

42 comentários sobre “Patagônia 7/11: Big Ice sobre o Glaciar Perito Moreno

  1. Wagton Rogério

    Camila, muito obrigado por seu post!!!
    Estou indo agora no começo de outubro e simplesmente respondeu a todas as minhas dúvidas. Meu único problema é pq estarei viajando sozinho e pra tirar foto (comigo nela) e meio ruim, principalmente ficar pedindo. Mas está valendo principalmente dps do seu comentário.

    1. Camila

      De nada, Wagton! Tentei responder aqui as várias dúvidas que eu tive antes de fazer o passeio.
      E sobre ir sozinho, não se preocupe! Tem sempre alguém precisando sair na foto também pra trocar o favor, e os guias também são uma simpatia. Já tem bastante brasileiro por lá (encontramos 3 só no nosso grupo de big ice), pra quem é ainda mais fácil pedir. Tinha um no nosso grupo que estava sozinho também, e eu fez várias poses até eu conseguir tirar a foto perfeita com o Glaciar. 🙂
      Boa viagem!

  2. Adriana Miranda

    Camila,
    Obrigada pelo post, eu estava em dúvida se faria o Big ou o mini, mas com esse seu depoimento, sem dúvidas farei o Big, por mais caro que seja, acho que vale a pena =)

    Wagton,
    Não esquente, é como a Camila disse, sempre a uma troca de favores em relação a tirar fotos, rs, Tbm irei para lá em outubro, mas chegarei no final do mês, se der tudo certo, começarei de Santiago descendo até Ushuaia..
    Boa viagem p/ vc..

    Camila..parabéns pela viagem..=)

  3. Wesley Andrade

    Camila,

    Estou indo para lá semana que vem e seu post acabou de me fazer decidir sobre qual passeio fazer no Perito Moreno. Vou de Mini Trekking mesmo. Estou muito pesado e fora de forma para o Big Ice. Valeu pelo relato.

    1. Camila Torres

      Oi Wesley,
      Fico muito feliz por ter ajudado. Tenho certeza que o Mini Trekking também será inesquecível!
      Depois volte pra contar como foi, ok?
      Obrigada pela visita,
      Camila

  4. Gab

    Olá!!! td bem??

    Vou em Outubro e pretendo fazer apenas o Mini Treking….

    Sabe se preciso contratar o passeio já na cidade ou posso ir de onibus ao parque lá contratar o passeio?

    É economia burra ?

    Da pra fazer o Mini Treking e o passeio de barco no mesmo dia?

    Grato!!

    1. Camila Torres

      Oi, Gab!
      O transporte está incluído no passeio, te pegam no hotel. Como é só a Hielo e Aventura que faz, é tabelado, nem adianta querer pesquisar preço. Pode comprar no hotel mesmo.
      Tanto o Big Ice quanto o Mini Trekking duram o dia todo, a diferença é que no Big o tempo na geleira é maior, e no Mini é o tempo nas passarelas, de onde se tem a vista do Glaciar.
      O passeio de barco é o mesmo esquema: o preço é tabelado e te buscam no hotel. Também dura o dia todo. Já viu o nosso post sobre este passeio? http://www.colecionandoimas.com.br/2012/07/patagonia-810-navegacao-no-parque.html
      Qualquer dúvida é só voltar aqui nos comentários!
      Obrigada pela visita,
      Camila

    2. Gab

      Viiiiii …. alias eu vi o site TODO, varias dicas legais!!! FANTASTICO.

      Pelo que estou percebendo, não sera possivel fazer o mini treking e o passeio de barco no mesmo dia……

      Como só tenho 2 dias inteiros em EL CALAFATE, vou fazer o mini treking no primeiro e o passeio de barco no outro…… na verdade, pelo que li, é basicamente isso que se tem pra fazer na cidade né?

      Em Ushuaia tenho 3 dias completos….. Sera que compensa ir pro parque de carro alugado, taxi ou excursao? ainda estou meio perdido kkkk pegando dicas em variosss sites….

      Na verdade to superrr na duvida do que fazer nesses 3 dias em Ushuaia…. certo eh que iremos ao lago econdido e ao paruqe do fim do mundo …. rsss …. SUGESTOES???

      Valeu pela dicas Camila !! Estao sendo super valiosas !!!

    3. Camila Torres

      Oi Gab,
      É, em El Calafate é só isso mesmo. Tem um tal museu dos Glaciares que parece ser interessante, mas eu nem fui.
      Eu fiquei mais alguns dias para garantir que pegaria sol, mas acabou sobrando e fomos passar um dia em El Chaltén.

      No Parque de Ushuaia preferimos ir de carro alugado pra ter mais liberdade. O problema de ir de onibus é que ele te deixa em um ponto específico do parque, e daí você tem que sair andando pra conhecer o resto. Como o parque é imenso, você vai ter que escolher um pedaço e ficar por ali. De táxi o cara vai ficar te esperando, então se quiser fazer alguma trilha mais demorada ele não vai topar.
      Alugamos o carro pra poder fazer alguma trilha, mas o tempo tava ruim e acabamos nem fazendo… Mas acho que o preço do taxista e do aluguel do carro eram equivalentes.

      E usamos o carro também pra ir no Glaciar e nos Lagos. Achei que foi bem legal.

      O programa imperdível de Ushuaia é a navegação no Canal de Beagle! não deixe de fazer este passeio.

      Boa viagem!

  5. Anonymous

    Oi!

    Adorei seu post.

    Estou com uma dúvida e não sei se pode me ajudar. Estou indo em setembro e pretendo comprar a passagem em um dia (dia perdido), passar um dia inteiro e ir embora às 19:30h do outro dia. Entãom se eu for embora à esse horário, 19:30h, será que daria tempo de fazer o minitrekking ou o Big ice e chegar no aeroporto? Ou vc me indica ir embora só no outro dia. Por que só tem passagens para essa hora e não queria desperdiçar um dia sem fazer nada por El Calafate.

    1. Camila Torres

      Oi Anônimo!

      Primeiramente, verifique com a Hielo y Aventura se o Big Ice já estará ocorrendo na época da sua viagem porque eles param entre maio e setembro, no inverno.
      Acho muito arriscado comprar a passagem no msm dia do passeio. Não me lembro exatamente que horas voltamos pro hotel, mas foi o fim da tarde, acho que não dá tempo de pegar vôo no msm dia.
      Não veja dias de trânsito como dias perdidos, mas como dias de descanso. 🙂

      Obrigada pela visita!
      Camila

  6. Araruna

    Muito maneiro esse post! Parabéns! Estamos pensando em ir para El Calafate no reveillon e estou dando uma “estudada”. Tb colecionamos imãs e tb temos um blog pontodepartida021.blogspot.com

    Já tivemos em Ushuaia, mas o foco foi o esqui. Temos que voltar…

    Parabéns novamente!

    1. Camila Torres

      Oi Araruna!
      El Calafate é um destino incrível mesmo, tenho certeza que vocês vão adorar.
      Ushuaia também é lindo, né? Não fui no inverno pq não sei esquiar, mas pelas suas fotos fica td mto diferente, deu vontade de voltar 🙂
      Obrigada pela visita e pelos elogios, e volte sempre!
      Camila

  7. Deni

    Estamos indo no mês de Maio, gostaria de saber se é interessante fazer a reserva com antecedência, pq teremos somente 1 dia e meio livre. Estamos querendo fazer o mini treking, será que da pra fazer outro passeio..

    1. Camila Torres

      Oi Deni,
      Acredito que não seja necessário reservar antes, pq o mini trekking é realizado várias vezes ao dia. Mas você tem que contratar no dia anterior pq o ônibus passa super cedo no hotel. O passeio dura o dia todo, não dá pra fazer mais nada nesse dia.
      O passeio de barco também dura o dia todo, então não dá pra fazer os dois no tempo q você tem.
      Obrigada pela visita, e volte sempre!
      []s,
      Camila

  8. Terezan Petrocello

    Estou indo agora em setembro.Ushuaia e el Calafate. Chegarei em El Calafate no final do mês dia 22. Será que terá o mini treking. Gostaria de saber se tem lagos e fendas também.. Estou muito em dúvida em fazer o big ice. è muito melhor o Big Ice? Tenho 60 anos e boa disposição. Eles deixariam?
    Você foi no passeio da neve noturna? E no Vale dos lobos? O que tem a me contar?

    1. Camila Torres Autor da Postagem

      Olá Terezan,
      Entre em contato com a Hielo e Aventura sobre a disponibilidade dos passeios, mas acredito que o Mini Trekking não pára no inverno.
      Sobre o Big Ice, acabei de ver no site deles que eles baixaram a idade limite pra 50 anos, então você não poderá fazer. Mas o mini trekking já é muito bonito, você verá sim fendas e lagoas no Glaciar.
      Não fiz os outros passeios que você citou.

      Boa viagem, e obrigada pela visita!
      Camila

  9. Marianne

    Esa paisagem do Glaciar é maravilhosa! Tô loucapra fazer essa viagem,mas acho que vou ficar com medo de fazer o Big Ice! hehe Ainda bem que li seu post antes de escolher!

  10. Michela Borges Nunes

    Ai, que saudade que deu deste lugar agora vendo estas fotos lindas demais!! Fomos em 2007 e a caçula era pequena. Por isso não deu de fazer as caminhadas. Mas agora, fiquei com muita vontade. Só acho que vou escolher o mini, hehehehe. Abraço.

  11. Oliver Drummond

    Muito bom o post! Parabéns!! Estivemos na Patagônia em 2015 e também fizemos o Big Ice. É lindo demais mesmo. Infelizmente, não tivemos a mesma sorte de você, pois não passamos pelos túneis de gelo (não existiam no momento).

  12. Juliana Moreti

    Uau!!!!!!!
    Amei teu post!
    Primeiro pela ótima informação e segundo porque adorei saber sobre essa possibilidade de fazer o Big Ice!
    Fiquei triste pois hoje, sò conseguiria fazer se viajasse sem meu filho (algo que não faço por enquanto) e espero ter folego no futuro para conseguir fazer esse trekking.
    Eu quero muito conhecer o Glaciar Perito Moreno e eu seria um pouco como você!
    hahahaha
    Retardatária tentando achar o melhor angulo!!!
    hehehehe

  13. Simone Hara

    Apaixonante!
    Que pena que meu joelho não me permite fazer esse tipo de passeio!
    Tão bom ter os blogs de viagem que nos permitem desfrutar da viagem pelos olhos do blogueiro… amei as fotos incríveis!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *