Roteiro Magnético em San Andrés

ima_sanandres
FICHA TÉCNICA

Período: 3/4/2014 a 9/4/2014
Hotel: Posada Colors of the Sea e El Viajero
Transporte: Ônibus, táxi, carrinho de golf, pé
Atração Inesquecível: Mergulho de cilindro

San Andrés foi a única ilha do Caribe que visitei até o momento, mas fui um pouco ressabiada. Muitas pessoas me disseram que ficaram decepcionadas por não ser um lugar muito estruturado para receber os visitantes. A Laira, do Olhar de Viajante, até voltou antes, como ela contou neste post.

Ficamos lá 6 dias, e gostamos muito. O lugar tem realmente vários defeitos, como o cuidado com o meio ambiente não ser nada rígido, super lotação em alguns pontos… Não é um lugar muito aconchegante.

Mas a cor do mar é um espetáculo. São realmente 7 tons de azul, como os locais gostam de dizer. Além disso, foi a primeira vez que mergulhamos em mar aberto, em um dos melhores pontos de mergulho do mundo. Não tem como não amar <3

san_andres_acuario3

Só numa foto, 4 cores daquele mar lindo!

Vou descrever nosso dia a dia pra vocês conhecerem os pontos que passamos na ilha. Sem mergulho, acho que 4 dias são suficientes. No mapa abaixo tem todos os pontos que visitamos em vermelho, e os restaurantes que mais gostamos em azul.

Dia 1: Rocky Cay

 

No nosso primeiro dia na ilha só queríamos matar a saudade da praia. Conversando com o dono da pousada, ele nos sugeriu ir a Rocky Cay, pois é a praia com melhor estrutura de barracas.

sanandres_cocoplum

A super barraca Cocoplum em Rocky Cay

Fomos de táxi e sentamos na barraca Cocoplum, que realmente tinha uma estrutura excelente, com espreguiçadeiras e mesas, além de um ótimo cardápio. A praia é calma, mas a areia é formada na maioria por pedaços de conchas que podem machucar o pé, então tem que usar aqueles sapatos papete ou uns baratinhos que eles vendem lá.

A água é transparente, o que faz a praia ser bem legal pra snorkel. O melhor é andar até a ilhota de Rocky Cay, onde tem vários peixinhos em volta.

DCIM100GOPRO

A ilhota Rocky Cay e a água clarinha cheia de peixinhos.

Voltamos de ônibus pra pousada, foi bem tranquilo.

 

Dia 2: Volta na Ilha de Carrinho Alugado

 

san_andres_carrinho

Só aqui pra eu andar de carrinho de golf.

Se em Fernando de Noronha o veículo é o bug, em San Andres é o carrinho de golf que faz sucesso entre os turistas. Tem gente que aluga o carrinho todos os dias, mas não acho necessário, pois dava pra ir andando pra maioria dos lugares a partir dos hoteis que ficamos.

Leia também: Onde ficar em San Andrés

Pegamos o carrinho só um dia pra dar a volta na ilha e conhecer os pontos mais distantes. A face oeste da ilha não tem praias, apenas paredões de pedras, mas a volta vale a pena pelo lindo azul do mar.

san_andres_azul

O azul. Já tô ficando repetitiva, né.

Também paramos em alguns pontos com o carrinho. O primeiro foi a Piscinita, um lugar bem famoso pra snorkel pela quantidade de peixes, por causa daquela prática abominável de jogar pão na água. É bem fundo (tem colete pra alugar), mas como a água é muito clara, dá pra ver tudo. Tem até mergulho com escafandro, pra quem quer chegar mais fundo.

san_andres_piscinita

A piscinita

O West View é outro lugar legal pra snorkel do outro lado da ilha, mas estava fechado neste dia. Mas como disseram que é bem parecido com a Piscinita, nem voltamos pra conhecer.

Outro ponto interessante é o Hoyo Soplador, um buraco na pedra que jorra água quando a maré sobe e dá um susto na gente. Esse lugar é lotado de vendedores muito insistentes e até mal educados, pare o carrinho o mais longe que você puder pra evitar muita encheção.

Paramos pra almoçar na praia de San Luis, que é linda mas com o mar muito agitado. Nessa praia chutei uma pedra sem querer e machuquei o dedo, tive que adiar o mergulho de cilindro. :/

san_andres_san_luis

A linda praia de San Luis

Dia 3: Praia do Centro

 

Neste dia trocamos de hotel, e foi uma confusão porque o pessoal do El Viajero não achava nossa reserva, como contei aqui. No tempinho que sobrou fomos aproveitar a praia do Centro, onde ficam os hoteis Decameron. Apesar da proximidade, é menos estruturada que a Rocky Cay, mas tem guarda sois e cadeiras pra alugar. É cheia, menos limpa que eu gostaria, mas o mar tem aquele tom de azul incrível.

DCIM100GOPRO

A praia do Centro de San Andrés, meio farofada mas bem bonita!

Dias 4 e 5: Mergulho

 

mergulho

Mergulhos inesquecíveis.

Nesses dois dias fizemos saídas de mergulho com o Cristian da Karibik Divers, e foi super maravilhoso. Sinceramente, acho que se não fossem eles eu teria gostado menos de San Andrés, porque lá não tem tanta praia boa pra uma estadia de 7 dias.

Leia também: Mergulho em San Andrés

Nos dias dos mergulhos apenas aproveitamos a praia do centro no fim da tarde, na sua parte próxima ao calçadão (veja no mapa). Este pedaço é cheio mas tem guarda sol pra alugar. Era bem bonito no entardecer.

san_andres_praia_calcadao

Fim de tarde.

Dia 6: Passeio para Johnny Cay e Acuario

 

Eu nem tava pensando em fazer esses passeios, pois tínhamos passado perto do Acuario com o barco dos mergulhos e a tinha lido sobre a superlotação. Mas, como esse dia tava sobrando porque é proibido mergulhar 24 horas antes de uma viagem de avião, acordamos e seguimos andando para o Porto, e contratamos o passeio lá mesmo.

Pegamos uma lancha que balançava bastante e molhava todo mundo que sentava lá na frente, inclusive eu! Os barcos utilizados para os passeios em San Andrés são muito pequenos, o pessoal lá é meio louco. A primeira parada é o Acuario, um lugar deslumbrante, cheio de peixes e arraias, mas que virou uma farofada só, dá até dó. Mas a água é hiper transparente, lindo.

san_andres_acuario1

O lugar lindo que é o Acuário…

san_andres_acuario4 san_andres_acuario2

E a galera que concorda com isso.


Tem uma outra ilha perto que dá pra ir andando, lá tem até espaço pra esticar a canga. 🙂

acuario_outrailha

A ilha menos farofa do passeio.

A segunda parada é a ilha de Johnny Cay, também hiperlotado. Aqui quem tomou conta foram as barracas de praia, pelo menos deu pra almoçar. Mas, nem preciso dizer que o lugar é lindo demais né. No final das contas, achei que valeu a pena o passeio.

san_andres_johnnycaysan_andres_johnnycay (2) DCIM100GOPRO

A farofada em Johnny Cay.


Outro passeio famoso lá que não fizemos foi o passeio pra ilha Cayo Bolivar. Todo mundo que vai diz que volta com dor no cóccix de tanto que o barco pula, já que a ilha é bem mais longe que a Johnny Cay mas eles usam o mesmo barquinho tosco. Depois de ter lido o hilário post dos Claudios no Mundo (não deixe de ler os comentários) sobre o desastre que foi o passeio deles, desisti de vez.

Um outro passeio que foi super recomendado mas não fizemos foi o Eco Fiwi, um passeio pelo manguezal em um caiaque transparente. A Gardênia, das Peripécias de uma Flor, fez, dá uma olhada no post dela quanta vida marinha dá pra ver no passeio.

 

Restaurantes

 

A ilha tem varias opções de restaurantes legais, marquei os melhores no mapa. Nosso preferido foi o La Regatta, de frutos do mar. O ambiente é lindo e a comida também é ótima. É um pouco caro, mas vale a pena.

Pertinho do La Regatta fica o Miss Celia, que tem uma ótima comida caseira. Almoçamos lá um dia que voltamos morrendo de fome de um dos mergulhos. Também jantamos na Gourmet Shop Assho, que fica numa pracinha perto. O ambiente é muito legal, mas esse eu achei caro demais pra pouca comida.

Quando estávamos com o carrinho almoçamos peixe na praia de San Luis, no El Paraíso. Tava bem bom também.

 

Compras

 

San Andrés é uma zona franca, então os produtos têm preço de duty free. Comprei um pó da MAC com preço mais baixo que no Brasil, e também trouxemos uns óculos escuros. Mas, com a alta do dólar, não sei mais se compensa, tem que pesquisar.

 

E você, tá indo pra San Andrés? Ou voltou e tem dicas? Comente!


Faça suas reservas com nossos parceiros pelos links abaixo
e deixe uma comissão pra gente!

    sleeping-bed-silhouette Escolha seu hotel no melhor site de reservas: Booking.com
    medicine-briefcase-1 Viaje tranquilo com um seguro de saúde: Mondial Assistance
    american-dollar-symbol-1 Peça dólares e euros que eles entregam em casa: Cotação
    sports-car-1 Alugue o carro pra sua road trip: Rent Cars
    park-tickets-couple-1 Compre os ingressos pras melhores atrações: TicketBar

2 comentários sobre “Roteiro Magnético em San Andrés

    1. Camila Torres Autor da Postagem

      Oi Sandro,

      Os meus passeios preferidos foram Johnny Cay, Rocky Cay e a volta na ilha de carrinho alugado. Nos outros dias fizemos mergulhos de cilindro e visitamos as praias do centro, vocês podem escolher uma dessas praias também.

      Obrigada pela visita, e boa viagem!

      Camila

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *